pßgina inicial
nossos produtos
espašo mulher
espašo crianša
cartŃo virtual
papel de parede
receitas
saiba mais sobre o aš˙car
fale conosco
nossa empresa
 

A tradição na ceia de natal




 
 

Natal é época de cultivar tradições familiares. Unidas em volta das mesas, nas ceias ou almoços natalinos, famílias do mundo inteiro fazem suas confraternizações. A maioria delas prepara pratos tradicionais natalinos, enquanto outras seguem à risca aquela receita familiar exclusiva, herdada das avós e bisavós.

Peru, leitoa assada, bacalhau, panetone, frutas...  Cada país ou região tem suas peculiaridades. Na Grécia, come-se Christopsomo, o pão de Cristo. Na Alemanha, tem o famoso marreco recheado com repolho roxo, chucrute e purê de batatas. Já no Egito, dizem não faltar na ceia de Natal pão, arroz, alho e carne moída.

Em alguns países sul-americanos come-se o "Pan Dulce de Navidad" (uma espécie de panetone acrescido de especiarias). A França tem um bolo típico em forma de tronco de árvore: o Tronco de Natal. Da mesma forma, há o panettone na Itália, o bacalhau em Portugal, o peru assado na Inglaterra, a panqueca de batatas na Polônia. E o Brasil? Podemos não ter um prato típico, mas um país extenso como o nosso esconde segredos culinários que às vezes se destacam mais na própria região. O “bolo de rolo” no Nordeste (adaptação de um prato português) ou a “fritada” no Sul (o mesmo que a “rabanada” no Sudeste ou “mulher parida” no Nordeste) são exemplos.

Além das receitas que todo mundo conhece, certamente há aquelas guardadas a sete chaves pelas famílias. Há cerca de 15 anos é Marlene Ribeiro da Silva quem prepara no Natal o “penno”, prato de origem italiana que está na família há mais 100 anos. É uma lembrança da mãe, herdada da avó, imigrante italiana que veio para o Brasil com o marido para trabalhar.
        
O “penno” (embutido, espremido) é uma espécie de bolo de arroz cozido com miúdos de galinha, com acentuado sabor de noz moscada. Atualmente, não é muito conhecido em seu país de origem. “Era um prato comum naquela época, nas mesas das famílias italianas menos abastadas”, conta.
        
“No começo, eu achava estranho aquela comida diferente”, conta Marlene, que mais tarde aprendeu a cozinhar o prato de tanto ver a mãe prepará-lo nos almoços de Natal.  “Eu me lembrava dela fazendo. E como gosto de observar e depois fazer, sem perguntar... um dia fiz. Nem acreditava que tinha saído igual ao dela”, relembra.
        
A nova geração também estranha o paladar forte do prato que é tradição no Natal da família. “Mas só a princípio. Depois todos acabam gostando”, diz Marlene. Ficou curiosa? Esta é uma chance de você mesma experimentar o prato. A receita é simples, porém, requer um pouquinho de paciência no preparo.

Receita de Penno

Ingredientes:
3 xícaras de arroz cozido, 1 ovo, 3 colheres (sopa) de farinha de rosca, 2 tomates picados, azeitonas picadas, 1 xícara de fígado de galinha e moela cortados bem miúdos, sal a gosto, 1 colher (café) de noz moscada ralada e 3 cubos de caldo de galinha.

Preparo:
Costure um saco de pano (pode ser algodão cru) em formato retangular. Deixe apenas a boca aberta. Ferva, torça e reserve. Misture bem todos os ingredientes em uma tigela. Coloque no saco a mistura e aperte bem. Amarre com barbante. Coloque para cozinhar em água fervente com caldo de galinha por duas horas. Deixe esfriar um pouco. Abra o saco, retire o penno cuidadosamente (ele fica como um bolo em formato de cilindro) e corte em fatias. Sirva morno (pois quente ele pode se quebrar) com salada verde.

  Leia também:
O ano que se inicia
Recebendo hóspedes em casa
Organize-se para o final do ano
Plante uma árvore
Moda: peças básicas para compor um guarda-roupa
Água: faça a sua parte na economia desse recurso
Carnaval: escolha um roteiro ecológico
Como planejar os gastos
Ano Novo: o que dizem os astros, as cartas, os números...
Natal: dicas de presentes baratos e criativos
Viagens: a correria do final do ano

. espaço mulher .