pßgina inicial
nossos produtos
espašo mulher
espašo crianša
cartŃo virtual
papel de parede
receitas
saiba mais sobre o aš˙car
fale conosco
nossa empresa
 

Ano novo: como planejar os gastos



 
 

Início de ano é sempre a mesma coisa. Momento de fazer planos, recomeçar... Reformar a casa, trocar o carro, fazer aquela viagem... Mil idéias, que às vezes são abandonadas logo nos primeiros meses. Na questão financeira, o planejamento é fundamental para não perder de vista os projetos. Mas como fazer isso de maneira simples e eficaz?

O economista João Carlos Barbosa Perez dá algumas dicas. Ele atua profissionalmente na área de orçamento e planejamento e utiliza seus conhecimentos para administrar as finanças da própria casa. Mas garante que não é preciso ser especialista para fazer um bom planejamento doméstico. “Havendo eficácia para determinar receitas e despesas, a execução do planejamento será bem-sucedida em torno de 90, 95%. É importante o acompanhamento, para realizar possíveis ajustes sem que haja comprometimento”, ensina.

João Carlos diz que a realização dos projetos requer compatibilidade com a renda. Em determinados casos, é necessária uma redução significativa de custos. Em outros, há a alternativa de ampliar as receitas, com a aplicação de parte dos recursos do orçamento. “Renda extra, que poderá ser utilizada nos projetos”.

Para obter o controle financeiro é preciso fazer uma aplicação do orçamento doméstico, prever as receitas e fixar os gastos, priorizando as despesas básicas (alimentação, saúde, educação). Além disso, evitar a utilização de cheques especiais e limites, o uso excessivo do cartão de crédito e empréstimos bancários. “A taxa de juros praticada é superior ao índice de inflação, utilizado para correção dos salários, aluguéis e outros”, explica. Os empréstimos requerem uma precaução ainda maior (ver dicas).

O objetivo do planejamento é evitar sofrimentos, independente da renda das pessoas. “A proposta não é abrir mão de tudo, e sim dos exageros. Muitas vezes, o consumo é motivado não pela necessidade, mas pela influência de uma sociedade consumista. É importante a conscientização na hora de realizar um gasto”. O ideal, na opinião do economista, é buscar a maximização das necessidades, com o mínimo de recursos possíveis.

Dicas do economista:

Investimentos: A melhor opção para pessoas conservadoras são os fundos de investimentos de renda fixa, cuja composição, em sua maioria, refere-se a títulos públicos. Em 2005, o rendimento médio desses fundos – que oferecem possibilidade de liquidez imediata, sem prejuízos ao investidor - foi bem superior ao índice da poupança. Entretanto, há incidência de CPMF e Imposto de Renda, que mesmo deduzidos também são superiores à poupança.

Outras opções: Existem investimentos mais ousados, como o segmento de Renda Variável, ações - não muito praticados no Brasil. As oscilações são freqüentes, o ganho poderá ser maior, assim como a perda. Indicados para quem tem um excedente financeiro.

Empréstimos: As instituições financeiras utilizam os ‘juros por dentro’, ou seja: em um empréstimo de R$ 1.000,00, o banco credita ao valor já deduzido a taxa de juros informada. Exemplo: 4% - o valor creditado é R$ 960,00. Se pegarmos R$ 960,00 e aplicar os 4%, o valor é de R$ 998,40. A taxa de juros aplicada é de 4,16%, e não de 4%.

Compras a prazo: há cobrança de juros, na maioria das vezes exorbitantes. Evite pagamentos parcelados, cuja taxa de juros média é de 4% ao mês. Nos pagamentos à vista é possível obter desconto. Evite contagiar-se por propagandas de parcelamento a longo prazo.

Contas de início de ano: Se houver disponibilidade financeira é interessante realizar os pagamentos, pois os descontos são altos nos casos de IPTU e IPVA.


  Leia também:
O ano que se inicia
A tradição na ceia de natal
Organize-se para o final do ano
Plante uma árvore
Moda: peças básicas para compor um guarda-roupa
Água: faça a sua parte na economia desse recurso
Recebendo hóspedes em casa
Carnaval: escolha um roteiro ecológico
Ano Novo: o que dizem os astros, as cartas, os números...
Natal: dicas de presentes baratos e criativos
Viagens: a correria do final do ano

. espaço mulher .