pßgina inicial
nossos produtos
espašo mulher
espašo crianša
cartŃo virtual
papel de parede
receitas
saiba mais sobre o aš˙car
fale conosco
nossa empresa
 

Relicários para o Natal


 
 

A decoração natalina costuma trazer os tradicionais enfeites como velas, guirlandas, árvores e presépios. Cada pessoa tem uma forma de compor o ambiente e, quem manda nessa hora, é a criatividade. Há uma dica que, além de ser um belo enfeite, também pode trazer significados importantes para o Natal. E ainda é uma ótima opção de presente. A pedido do Espaço Mulher, a artesã Jacqueline Almada vai ensinar você a fazer, passo a passo, um relicário (oratório ou caixinha ornamental).

Para a artesã, utilizar um relicário nas festividades natalinas traz um processo de renovação na decoração. “Você poderá criar um relicário com uma imagem que para você é sagrada ou adotar personagens do presépio”, diz. “Pode ter esta peça junto a sua árvore natalina, na parede em frente a sua mesa da ceia com luzes ou velas ou ainda como um altar no lugar do presépio. Use a imaginação!”, recomenda.

A confecção de um relicário não é difícil, mas é importante ter uma noção de pintura em madeira. O trabalho requer paciência, pois as peças manuseadas são delicadas e pequenas. No mais, basta uma boa dose de criatividade e sensibilidade.

Apesar de sempre ter gostado de arte, Jacqueline nunca teve tempo para se dedicar exclusivamente a ela. “Nas horas vagas fazia peças de artesanato para minha casa ou para amigos; era uma forma de aliviar o stress diário, já que é uma atividade bastante prazerosa”, conta. Uma reviravolta na vida profissional levou-a a mergulhar de vez no artesanato. Logo descobriu os relicários. “Minhas primeiras peças foram um relicário de Nossa Senhora Aparecida e outro do Sagrado Coração de Jesus”, lembra.

A história dos relicários vem da Idade Média, quando se guardava parte do corpo de um santo - ou objetos ligados a eles - dentro de caixas, e milagres eram atribuídos a essas relíquias. No Brasil, os oratórios são uma tradição herdada dos portugueses, como forma de ambientar “rezas comunitárias” ou para dias festivos, batizados, casamentos. Hoje, a criatividade incorporou materiais que vão de tecidos e papel a lantejoulas, pedrarias, flores e fitas. “Com esta versão ‘pop’, os relicários tornaram-se objetos de decoração. Mas ainda guardam a função religiosa e são colocados em ‘cantinhos da fé’, lugares para acalmar a mente e a alma”.

Jacqueline Almada fornece relicários para lojas e exposições, participa de feiras de arte e até utiliza as peças em espetáculos teatrais. “Passei um bom tempo investindo. Mas obtive um bom resultado ao alcançar mais mercado para a comercialização”.

A artesã ensinará a confeccionar um relicário de São José, o “protetor das famílias” - uma bela e significativa peça para o Natal e durante todo o ano.

Material:
- Uma caixa em MDF (caso queira mandar confeccionar, as medidas do modelo são 18 x 15 cm) ou uma caixa de MDF que tenha uma base para que a imagem do santo fique na vertical, com espaços laterais para decoração.
- Lixa para madeira
- Pincel largo e macio para pintura
- Tintas PVA nas cores branco, lilás, pink, verde bebê e rosa
- Kit craquelê da Acrilex
- Cera incolor
- Verniz acrílico (fosco ou brilhante)
- Cola Cascorez extra (rótulo azul)
- Purpurina dourada
- Imagem de São José (pode ser de gesso ou resina, do tamanho que caiba na caixa)
- Para decoração: pedaço de tecido florido, fitas nas cores rosa, lilás e pink, lantejoulas e cristais nas mesmas cores, fio de paetês na cor pink (metragem de acordo com a borda da caixa) ou em outro tom de rosa de sua preferência.

Passo a passo:

* Tire o pó da caixa com um pano. Aplique uma demão de PVA branco e deixe secar. Lixe o pó novamente. Passe duas demãos de PVA verde bebê na parte externa da caixa e aguarde a secagem. Use uma demão de lilás na parte interna e deixe secar. Passe a cera incolor na superfície externa e aguarde alguns minutos.

* Em uma vasilha (bandejas de isopor são ótimas), coloque um pouco de cada uma das tintas e passe em linha reta - cada hora uma tonalidade -, por toda superfície externa da caixa e deixe secar. Na parte interna passe mais duas demãos de lilás e aguarde. Após a secagem da parte externa, passe a lixa no sentido da pintura, deixando aparecer a primeira tonalidade (verde bebê). Repita o processo em todos os lados da caixa.

* Após a secagem da parte interna passe três demãos do verniz acrílico e deixe secar. Na parte externa passe mais uma demão de cera incolor, deixe secar e, em seguida, use um pano para lustrar. Dica: no intervalo da secagem coloque o pincel na água para que não endureça. Lave e seque com um pano sempre que for mudar de uma cor para outra.

* Neste modelo de caixa, existe um pedaço de madeira na parte superior que forma uma “capela”, no qual poderá ser feito um craquelê para realçar a pintura. Após lixar as pinturas dos tons de rosa, passe primeiro uma demão do verniz base para craquelar e deixe secar por duas horas. Passe uma demão do verniz craquelador e deixe por mais duas horas. Quando tiver formado os veios do craquelê, passe a purpurina com o dedo, espalhando com um pano para retirar o excesso.

* Decoração: Recorte o tecido e cole com a cola na parte inferior da caixa. Cole a fita rosa nas laterais da caixa, desde a parte superior até a inferior, formando um quadrado. Cole na borda superior do tecido os três tons das fitas, formando um “degradê”. Cole as lantejoulas também de forma “degradê” nas partes superiores, inferiores e no cruzamento das fitas com o tecido. Faça desenhos de flores ou cole da maneira que mais lhe agradar as lantejoulas e os cristais no fundo da caixa, montando um cenário.

* Esses objetos são somente sugestões, você poderá utilizar uma infinidade de materiais, como flores, peças maiores, medalhas. Isso ficará por conta de sua imaginação. Cole nas bordas da caixa o fio de paetê e, por último, a imagem do santo e lantejoulas em volta, na parte inferior. Está pronto seu relicário! Boas Festas!

 

 

Leia também:
Pátina em móveis
Técnica em mosaico
Conservas e produtos aromatizados
Faça você mesma: festas juninas
Mude o visual de sua sala
Bacalhau: cardápio da Semana Santa
Velas marmorizadas
Ovos de Páscoa
Ceia de final de ano: como organizar
Carnaval: matinês com os filhos

. espaço mulher .